Região

Preço do gás de cozinha varia entre R$ 80 e R$ 105 em Juiz de Fora, aponta pesquisa do Procon

O preço do gás de cozinha varia entre R$ 80 e R$ 105 em Juiz de Fora. A pesquisa foi divulgada na segunda-feira (13) pela Agência de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon), que fez um levantamento entre os dias 8 e 10 de setembro em 42 estabelecimentos de diferentes regiões da cidade.

Segundo a Prefeitura, a pesquisa foi realizada por meio do método de amostragem, através de ligações telefônicas para depósitos de gás e teve como objetivo informar a população sobre as variações de preços do botijão.

De acordo com a supervisora de estudos e pesquisas do Procon/JF, Gisele Zaquini, o trabalho de levantamento de preços é, acima de tudo, uma forma de proteção ao consumidor.

“Acompanhar os preços praticados na cidade e relacioná-los com os demais estados, além de buscar os fatores nacionais que poderão influenciar no valor final do gás, oportuniza ao consumidor ter um entendimento maior acerca dos preços. É uma forma de dar informações ao consumidor para que ele tenha condições de reconhecer valores que possam ser abusivos”, analisou.

Conforme a pesquisa, Juiz de Fora tem 100 depósitos de gás liquefeito de petróleo (GLP). O levantamento verificou os preços praticados em 42, localizados no Centro e nas regiões Sudeste, Sul, Leste, Nordeste, Norte e Oeste.

O menor preço de venda para o botijão de 13 kg, com retirada no local, foi de R$ 80 em depósito localizado no Bairro São Pedro. Já o maior preço praticado para retirada no local do mesmo botijão foi de R$ 105, em depósitos localizados nos bairros Bandeirantes e Santa Cruz.

A pesquisa completa com os estabelecimentos e os respectivos preços está disponível na internet.

A fim de orientar a população, o órgão afirmou que a pesquisa de preço deve ser um hábito imprescindível para o consumidor que deseja aliar a boa qualidade do produto e, ainda, economizar.

“É necessário, também, prestar atenção nas informações sobre a distribuidora e, caso note algum tipo de problema nas condições de segurança ou prática de preços abusiva, denunciar imediatamente ao órgão”, afirmou o Procon.

Os canais de denúncia são os telefones do setor de atendimento 3690-7610 ou 3690-7611 ou WhatsApp do Procon (98463-2687).

VÍDEOS: veja tudo sobre a Zona da Mata e Campos das Vertentes


Fonte: G1 – Zona da Mata

Portal G1

Portal de Notícias da Globo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo