Região

Médico só vai falar do caso em juízo ou com a presença de autoridade policial

Itamar Tadeu Gonçalves Cardoso, responsável pelo atestado de óbito de Lorenza Maria Silva de Pinho, teria tentado reanimá-la por 40 minutos

A reportagem de O TEMPO esteve, neste domingo (4), na casa do médico Itamar Tadeu Gonçalves Cardoso, no bairro Castelo, região da Pampulha. Ele foi apontado como o médico que atestou o óbito de Lorenza Maria Silva de Pinho, de 41 anos. Ela era mulher do promotor André de Pinho, principal suspeito de ter cometido o feminicídio contra Lorenza.

O médico, de acordo com o advogado de Pinho, Sérgio Leonardo, esteve na residência do casal e tentou reanimar Lorenza por 40 minutos, ele seria funcionário do Mater Dei. O corpo da mulher não foi imediatamente levado ao Instituto Médico Legal (IML) porque não havia, conforme teria dito o profissional, causas violentas relacionadas ao óbito. Depois que o Ministério Público prendeu Pinho, o médico foi procurado. A reportagem ficou mais de duas horas na porta do edifício em que ele reside. Vizinhos confirmaram que Itamar morava no local, mas não comentaram a história.

Depois de algum tempo, a advogada de Cardoso foi até a portaria e afirmou que o cliente não conversaria com a imprensa. “Eu venho aqui perante a imprensa para informar que tudo que ele tiver que informar será informado em juízo, ou na presença da autoridade policial. Só isso que nós temos a dizer”, afirmou.

Perfil do médico
Em um site de “ranking de médicos” há uma descrição de Itamar, que teria sido escrita por ele. No texto, ele informa que é natural de Belo Horizonte e aprecia as coisas simples da vida e valoriza os amigos e a família. “. Ser médico sempre foi um sonho, por isso hoje exerço essa função com muito respeito e dignidade. Procuro sempre ouvir e valorizar todas as queixas de meus pacientes. Sendo claro, objetivo e eficaz nas condutas. Cada paciente é único, por isso merece um atendimento individualizado, completo e humano. Conte comigo para o que precisar !!”, se descreveu.

Na mesma página, ele informa que tem as seguintes especialidades: Cardiologista, Médico Clínico Geral. Além disso, ele afirma ter experiência com: medicina esportiva e preventiva; medicina do adolescente, exames e diagnósticos, entre outros. Na página atribuída a ele no Facebook, consta como local de trabalho o Mater Dei.

Em tempos de desinformação e pandemia, o jornal O TEMPO reforça o compromisso com o jornalismo mineiro, profissional e de qualidade. Nossa redação produz diariamente informação responsável e que você pode confiar. Continue nos apoiando. Assine O TEMPO.




Fonte: Fonte: Jornal O Tempo

Jornal O Tempo

No mercado nacional de jornais impressos desde 1996, diariamente o jornal O TEMPO apresenta Minas, o Brasil e o mundo em uma cobertura de forte compromisso No mercado nacional de jornais impressos desde 1996, diariamente o jornal O TEMPO apresenta Minas, o Brasil e o mundo em uma cobertura de forte compromisso com o interesse do leitor. O periódico é composto por editorias que percorrem os diversos fatos do cotidiano da população, além de um conjunto de cadernos voltados para segmentos como turismo, automóveis, emprego e moda. Esse canal é feito para entrar em contato com você. Conecte-se a gente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo