Região

Hospital Raul Sertã, em Nova Friburgo, RJ, abre novos leitos de enfermaria para pacientes com a Covid-19

O Hospital Municipal Raul Sertão, em Nova Friburgo, na Região Serrana do Rio, abriu 17 novos leitos de enfermaria para pacientes com a Covid-19 nesta terça-feira (6). De acordo com a secretaria de Saúde, os leitos foram abertos devido à “expansão descontrolada do número de casos de pessoas contaminadas pela Covid na cidade”.

A unidade, referência na região e único hospital público da cidade, já tinha 25 leitos de enfermaria para pacientes com a doença.

A secretária de Saúde, Nicole Cipriano, ressalta, no entanto, que mesmo com a abertura desses novos leitos, ainda não será suprida a necessidade da demanda da cidade. “Já temos pessoas sendo atendidas em macas e cadeiras pelos corredores do hospital. A nossa realidade é a mesma dos grandes centros”.

“Se o friburguense não mudar a sua rotina de hábitos, a situação será devastadora e em pouquíssimo tempo”.

A secretária destaca também que a UPA já está atendendo com sua capacidade máxima de lotação. “A situação é muito séria”, alerta.

  • ‘Chegando ao limite’, diz subsecretária de Vigilância em Saúde de Nova Friburgo, RJ, sobre Covid-19 na cidade

Os profissionais que trabalharão na nova ala Covid são aqueles convocados, na última semana, pelo edital de chamamento público, de acordo com a prefeitura.

Os novos leitos de enfermaria foram instalados na área da clínica cirúrgica, uma ala que estava parcialmente fechada para obras e precisou passar por reformas de recuperação e adequação, segundo o município.

De acordo com a secretaria de Saúde, para o espaço entrar em atividade foi necessário adequar o setor de CTI 2, suspendendo, temporariamente, as cirurgias eletivas, sendo executadas apenas as de urgência e emergência.

Os seis leitos de CTI geral e da ala coronariana foram mantidos para atender as outras especialidades. Os pacientes que passarem por essas cirurgias ficarão em setor próprio e com isolamento adequado, segundo o município.

Escassez de profissionais impede abertura de novos leitos de UTI

O Hospital Municipal Raul Sertã tem, atualmente, 20 leitos de UTI Covid-19. De acordo com a secretaria de Saúde, a unidade está equipada com 30 respiradores novos, mas a abertura de novos leitos de UTI ainda não aconteceu devido à escassez de profissionais especializados para atuarem no setor.

De acordo com o Núcleo Interno Regulatório do hospital, já existem pacientes de UTI na iminência de serem regulados pelo estado, ou seja, friburguenses que precisarem de internação em UTI correm o risco de não conseguirem vagas no município e serem encaminhados para qualquer outra cidade onde haja leito vago no estado do Rio.

“Nós estamos vivenciando o pior momento da pandemia. O vírus já sofreu algumas mutações que ainda são desconhecidas e torna mais grave a situação. Então, o momento é de cautela e precaução. Precisamos que o friburguense se conscientize do seu papel enquanto sociedade, pois, por mais que o poder público faça a sua parte, a responsabilidade deve ser repartida por todos. Os números mostram que o sistema de saúde pública da cidade está prestes a colapsar”, adverte Nicole.

De acordo com dados divulgados diariamente pela prefeitura, somente na terça-feira (6) surgiram 55 casos suspeitos e três pacientes aguardavam vaga de UTI. Ao todo, desde o início da pandemia, Nova Friburgo registra 12. 616 casos confirmados da Covid-19, com 381 mortes causadas pela doença.

A cidade está sob bandeira roxa, o mais alto nível de restrições para tentar conter o avanço da doença.


Fonte: G1 – Região Serrana – RJ

Portal G1

Portal de Notícias da Globo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo