Região

Campos, RJ, retoma serviço de profilaxia pré-exposição ao HIV

Campos dos Goytacazes, no Norte Fluminense, retomou o serviço de Profilaxia Pré-Exposição ao HIV (PrEP). O tratamento é um método que reduz o risco de adquirir o HIV, a partir do uso de medicamentos antirretrovirais que impedem que o vírus se estabeleça e se espalhe pelo corpo.

O serviço é realizado pelo Programa Municipal DST/Aids e Hepatites Virais – Centro de Doenças Infecto-Parasitárias (CDIP).

Segundo o coordenador do programa, Rodrigo Rodrigues de Azevedo, a profilaxia é indicada para as pessoas que vivem em contexto de risco e estão nos considerados grupos-chaves, entre elas, trabalhadores do sexo, travestis e transexuais, além de parceiros soro diferentes – quando um é portador do vírus HIV e o outro não.

Ele disse que o atendimento ambulatorial está retornando com a atualização do protocolo que permite a prescrição do PrEP pelo enfermeiro.

O coordenador explicou que, para o atendimento, a pessoa deve ir pessoalmente à sede do CDIP para abrir o prontuário após avaliação de elegibilidade nas considerações da mandala de prevenção combinada. A Prevenção Combinada associa diferentes ações de prevenção ao vírus, como testagem regular para o HIV, tratamento das infecções sexualmente transmissíveis e das hepatites virais, imunização para as hepatites, entre outros.

“Após abertura do prontuário, será agendada a consulta, que acontece às sextas-feiras”, disse o coordenador, destacando que, na consulta, a pessoa deverá apresentar exame não reagente para o HIV que é disponibilizado pelo serviço de saúde.

Rodrigues explicou ainda que, se o exame for reagente, a pessoa será encaminhada para tratamento. Em caso não reagente é feita a profilaxia.

O CDIP funciona das 8h às 17h, de segunda a sexta-feira, na Rua Conselheiro Otaviano, nº 241, Centro. Além do teste rápido para detectar o vírus HIV, a unidade disponibiliza, por meio de agendamento, teste rápido para hepatite B, hepatite C e sífilis. O interessado pode ligar para o (22) 98175-1647.

O programa conta com uma equipe multidisciplinar, formada por infectologistas, psicólogos, psiquiatras, assistentes sociais, enfermeiros, farmacêuticos, ente outros. O CDIP atende pacientes de toda a região Norte Fluminense.


Fonte: G1 – Norte e Noroeste Fluminense

Portal G1

Portal de Notícias da Globo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo