Região

Bolsonaro não pediu desculpas a Moraes durante telefonema – JORNAL ALÉM PARAHYBA

A conversa telefônica entre o ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Alexandre de Moraes e o presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), na quinta-feira (8), foi “rápida, institucional e simplesmente educada”, sem pedido de desculpas por parte de Bolsonaro.

Segundo relato da assessoria de Temer à reportagem, o ex-presidente teve a ideia e sugeriu a Bolsonaro ligar para o ministro Alexandre de Moraes. A conversa foi “muito rápida” e “institucional”, afirma o assessor do ex-presidente.

Temer desembarcou em Brasília já com um esboço da carta, sobre o qual Bolsonaro fez algumas observações. Segundo o ex-presidente, ambos costumam conversar em ocasiões pontuais sobre a conjuntura política e social. “É claro que foi uma surpresa, porque a situação estava muito tensa, muito preocupante”.

Não creio em recuo de Bolsonaro, diz Temer

O ex-presidente Michel Temer (MDB) não enxerga no horizonte uma nova escalada na crise entre os Poderes. “Vi tanto entusiasmo em Bolsonaro, nas pessoas que se manifestaram e nas pessoas do governo, que eu não vejo risco de nova tensão”, afirmou, em entrevista ao jornal O Globo, publicada nesta sexta-feira, 10. “Mas não posso garantir o que vai acontecer lá na frente.”

Temer se mostrou otimista com o arrefecimento de ânimos entre as instituições. “Não creio em recuo de Bolsonaro, é um documento escrito, não é uma fala verbal”, acrescentou o emedebista. A carta do presidente da República, que firmou um acordo entre o Palácio do Planalto e o establishment político, teve a digital de Temer. As informações são da Revista Oeste.

Fonte: Site Terra Notícias


Fonte: Fonte: Jornal Além Parahyba

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo