Mundo

Alberto Fernández, presidente da Argentina, testa positivo para Covid-19 em exame rápido e se isola

O presidente da Argentina, Alberto Fernández, informou na madrugada deste sábado (3) que testou positivo para Covid-19 após apresentar sintomas da doença. Ele cumpre isolamento.

O diagnóstico positivo ocorreu em um teste rápido do tipo antígeno. Fernández aguarda o resultado do exame RT-PCR, o mais indicado e recomendado por especialistas.

O líder argentino, que completou 62 anos nesta sexta-feira (2), afirmou que cumpre isolamento e já falou sobre o resultado com as pessoas com quem teve contato nas últimas 48 horas.

Fernández afirmou nas redes sociais que teve 37,3ºC de febre e sentiu uma leve dor de cabeça.

“Para informação de todos e todas, me encontro bem fisicamente e, embora quisesse terminar o dia do meu aniversário sem essa notícia, também estou de bom humor”, publicou o presidente da Argentina, que agradeceu pelas mensagens de parabéns.

Em 21 de janeiro, Fernández recebeu a primeira dose da vacina Sputnik V. Fontes da Presidência da Argentina informaram ao jornal “Clarín” que o presidente recebeu a segunda dose três semanas depois.

Ele foi o primeiro líder de um país latino-americano a ser vacinado contra o coronavírus.

Presidente da Argentina recebe primeira dose de vacina contra Covid-19

Desde o início da pandemia, a Covid-19 já matou mais de 56 mil argentinos e infectou 2,3 milhões.

A vacinação na Argentina segue em ritmo lento. Segundo levantamento do “Clarín”, 3,4 milhões receberam a primeira dose até esta sexta-feira – o equivalente a 7,6% da população; e 683 mil, a segunda – menos de 2% dos argentinos.


Fonte: G1 – Mundo

Portal G1

Portal de Notícias da Globo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo