Celebridades

Terremoto de 8,2 graus no Alasca é o maior nos últimos 57 anos

Um terremoto atingiu na noite de quarta-feira (28) a costa do Alasca, nos EUA. Sua magnitude na Escala Richter foi avaliada em 8,2, colocando-o como o abalo sísmico mais forte observado na região desde 1964, segundo autoridades. O tremor ocorreu por volta das 22h 15, no horário local, e teve seu epicentro a 91 km a sudeste da cidade de Perryville, conforme o Serviço Geológico americano (USGS).

De acordo com o site especializado Volcano Discovery, dados preliminares mostraram que o tremor ocorreu a 47 km de profundidade, considerada superficial, não causando grandes danos. No entanto, a localização rasa e a magnitude combinadas têm o potencial para desencadear grandes ondas oceânicas, levando as autoridades a emitir um alerta de tsunami para as áreas costeiras do Oceano Pacífico.

O USGS reportou ainda pelo menos mais dois abalos secundários, com magnitudes de 5,6 e 6,2. Em nota, o Centro de Terremotos do Alasca afirmou que “este evento foi sentido em toda a Península do Alasca e Kodiak”, embora tenha ocorrido próximo a regiões pouco habitadas no Pacífico Norte.

Impactos do terremoto na vida dos habitantes do Alasca

A estrela preta marca o epicentro do terremoto (Fonte: USGS/EPA-EFE/Shutterstock/Reprodução)

O prefeito de Kodiak, Pat Branson, afirmou em um email à CNN: “Agora estamos todos bem e aguardando ansiosamente por qualquer anúncio sobre uma onda atingindo nossa ilha”. Segundo ele, o Conselho de Operações de Emergência está instalado e atualizando a população. Esta foi a terceira evacuação dos habitantes nos últimos 18 meses.

O alerta de tsunami emitido para algumas regiões do estado americano logo após o terremoto foi cancelado. Segundo o Centro Nacional de Alertas de Tsunami, já não havia mais ameaças para as áreas costeiras do Sul do Alasca, da Península do Alasca e das Ilhas Aleutas.

À medida que os alertas mudaram para avisos, o Departamento de Polícia de Kodiak divulgou uma mensagem, informando à população que a cidade também havia sido rebaixada para o status de Aviso de Tsunami. No entanto, na falta de uma confirmação definitiva, as autoridades aconselharam os residentes a se deslocar para um terreno mais elevado, colocando uma escola à disposição como local de abrigo.

Até o momento, não existem quaisquer informações sobre vítimas e nem danos causados pelo terremoto.




Fonte: Fonte: Mega Curioso

Portal R7

Portal de Notícias da Record

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo